Um dos principais produtos da Atlassian, o Jira Software foi desenvolvido para auxiliar empresas e equipes, das mais diversas áreas, no gerenciamento do trabalho. Inicialmente, o Jira foi criado para atuar como um rastreador de bugs, mas com o passar do tempo e com o aperfeiçoamento da sua tecnologia, transformou-se em uma poderosa ferramenta de gerenciamento, que dispõe de diversos recursos para que as equipes possam trabalhar interna e externamente, de maneira mais colaborativa, ágil e integrada. Permitindo que os profissionais envolvidos, assim como seus líderes planejem, acompanhem, gerenciem, executem e lancem excelentes projetos e softwares.

O Jira Software pode trazer inúmeros benefícios para o seu negócio, entre eles estão: otimização do tempo de trabalho, organização e ordenamento de atendimentos, maior transparência em seus projetos, mais praticidade no gerenciamento dos mesmos, além de documentação otimizada e emissão de relatórios completos. Com a utilização do Jira, as equipes são capazes de trabalhar diretamente e de forma integrada. Contribuindo diretamente para o aumento da proatividade e para a diminuição dos ruídos na comunicação que possam existir entre os envolvidos no projeto.

Além de proporcionar maior integração nas equipes, o Jira atua como um facilitador da comunicação também com os clientes, pois através dos seus recursos de avaliação dos produtos, os clientes podem avaliar as entregas realizadas. Permitindo assim, que ambas as partes consigam acompanhar o desenvolvimento dos projetos.

Hoje, o Jira vem sendo utilizado como hub central das etapas de codificação, colaboração e lançamento nos mais diversos projetos. Mais de 65 mil empresas, em todo o mundo, utilizam o Jira nas mais diversas áreas, pois se trata de uma ferramenta que permite a personalização e aplicação em diversos setores. 

Neste texto, você irá encontrar os principais recursos e funcionalidades do Jira, e como ele pode contribuir para o seu negócio, ao atender as necessidades das suas equipes e clientes. 

Jira e Metodologias Ágeis

Para equipes que utilizam metodologias ágeis, o Jira Software disponibiliza painéis de Scrum e Kanban completos e prontos para uso. Os quadros atuam como núcleos de gerenciamento de tarefas. Essas tarefas podem ser mapeadas e inseridas fluxos de trabalho personalizáveis. Os quadros permitem que todo o trabalho a ser realizado e também os já executados, sejam visualizados por toda equipe, informando sobre o status de cada item e assim promovendo maior transparência sobre o desenvolvimento do projeto na sua totalidade. 

Assim, o Jira é capaz de oferecer suporte e facilidades para qualquer metodologia ágil. Abaixo traremos as principais funções que a ferramenta proporciona para o trabalho realizado por equipes que utilizam metodologias ágeis.

  • Rastreamento de itens e de tempo:  essa função permite que os diversos itens dos projetos sejam pesquisados, permitindo a visualização da etapa em que se encontram, assim como o tempo gasto pelos profissionais que cada um dos itens. A partir dos recursos de rastreamento de tempo pode-se gerar relatórios de desempenho em tempo real, como: gráficos de burn-up/down, relatórios de sprint, gráficos de velocidade. Permitindo assim que as equipes possam monitorar de perto a produtividade dos profissionais e identificar de forma mais efetiva as dificuldades encontradas pelos mesmos.

  • Fluxos de trabalho personalizáveis: com a possibilidade de personalizar os fluxos, o trabalho em equipe é fortalecido, pois permite que toda a equipe planeje, acompanhe e entregue excelentes projetos, através de fluxos de trabalho criados especificamente para atender as suas necessidades.

  • Maior transparência no gerenciamento dos projetos: os fluxos de trabalho presentes no Jira, permite que cada membro da equipe saiba quais são as tarefas que precisa realizar, registrar quanto tempo foi dedicado a cada tarefa, assim como visualizar o status das tarefas designadas a outros profissionais, e a carga de trabalho de todos eles. 

  • Estímulo da responsabilidade por parte dos membros da equipe: através da gestão transparente dos fluxos de trabalho, onde tanto as equipes e os executivos podem visualizar os processos, tende a gerar uma maior responsabilidade por parte de todos os membros que atuam no projeto, direta ou indiretamente, pois todos se sentem mais conectados com o projeto e com a equipe como um todo.
  • Maior satisfação do cliente: Uma dificuldade comum entre as equipes, é realizar a estimativa de quando o produto ou recurso estará completo e finalizado para apresentar aos clientes. Com a possibilidade de organizar o trabalho em um status, as equipes conseguem prever com maior precisão quando a entrega poderá ser realizada, fornecendo aos clientes prazos mais seguros, impedindo que eles se frustrem com estimativas muito distantes da realidade, e por consequência proporcionando maior satisfação com o trabalho desenvolvido.

  • Relatórios de progresso: através de relatórios e painéis consistentes e em tempo real, o Jira permite que as equipes tenham insights sobre o projeto e tome decisões de maneira mais rápida. Aumentando assim o desempenho e o valor das entregas.

Painel de Scrum

O sistema Scrum foi criado para auxiliar as equipes na gestão de projetos complexos. O painel do Jira Scrum é permite a união de equipes que possuem as mesmas metas e estimula entregas mais colaborativas e iterativas. Abaixo iremos apresentar os 3 principais benefícios que o painel do Jira Scrum pode trazer para sua equipe. 

  1. Mais comunicação e transparência: quando o painel do Jira Scrum é utilizado como referência única para todos os projetos, ele atua como um mapa detalhado de que etapa se encontra o projeto e de quais tarefas ainda precisam ser executadas. Ele pode ser acessado e utilizado por qualquer membro da equipe a qualquer hora, e todos os membros podem acompanhar o desenvolvimento do projeto, possibilitando que todos possam identificar possíveis bloqueadores de forma rápida e segura. 
  1. Incentivo para o planejamento dos sprints e maior interação:  o sistema Scrum possui uma categoria de controle de tempo chamado Sprint, normalmente esse espaço de tempo é de duas semanas, e o painel Jira foi pensado para que as equipes possam organizar suas tarefas e entregas nesse período.  Durante todo o processo, os profissionais são estimulados a interagir e contribuir com as demais tarefas, pois seu formato permite interações e acréscimos rápidos e constantes.
  1. Equipes mais organizadas e com maior foco: é comum que as equipes se percam nos prazos quando estão sobrecarregadas de trabalho ou quando perdem marcos importantes. Os painéis do Jira Scrum, ao dividir o trabalho em etapas, proporciona maior visibilidade as tarefas e aos processos, e através dos relatórios de gráficos de burndown e de velocidade permite uma avaliação mais profunda e rápida de como está o projeto em determinado momento e de quais são as possíveis dificuldades que estão sendo enfrentadas.

Painel Kanban

O Kanban é uma estrutura muito usada no desenvolvimento de softwares ágeis e DevOps. Ele possibilita maior transparência nos processos de trabalho e estimula as capacidades das equipes. Abaixo iremos apresentar 4 principais benefícios do uso dos painéis Kanban no Jira Software. 

  1. Transparência: o painel Kanban possibilita uma visualização completa dos processos, exibindo de forma transparente as informações mais relevantes para cada história, item, bug ou tarefa.

  2. Otimização dos fluxos: o painel Kanban do Jira permite que as próprias equipes definam e configurem seus fluxos de trabalho, personalizando para suas reais necessidades e assim seus fluxos de trabalho.

  3. Gargalos detectados com maior facilidade: através do painel Kanban do Jira, é possível estabelecer limites de WIP, algo fundamental para que os gargalos sejam detectados de forma fácil e rápida, permitindo assim que os itens fluam sem grandes problemas.

  4. Aprimoramento contínuo: os relatórios de agilidade apresentam métricas em tempo real, possibilitando identificar pontos que necessitam de aprimoramento.

Jira e Gerenciamento de Projetos

Como já dissemos anteriormente, o Jira Software pode ser configurado para se adequar as mais diversas categorias de projeto. A ferramenta permite que as equipes iniciem com um template, ou também podem criar seus próprios fluxos de trabalho de acordo com as suas necessidades. Abaixo listamos as principais funcionalidades do Jira para gerenciamento de projetos:

  • Roteiros
  • Relatórios e análises
  • Backlogs dos projetos
  • Gerenciamento dos itens/tarefas
  • Permissões distintas para os usuários
  • Aplicativo integrado à dispositivos móveis
  • Personalização do fluxo de trabalho: projetos e itens

Jira para Equipes de Desenvolvimento de Software

O Jira Software é uma ferramenta que permite que seus usuários, planejem, criem roteiros e gerenciem os membros de cada equipe, orçamentos e requisitos de recursos desde o início do projeto.  Possui também uma variedade significativa de ferramentas de integração e implementação contínuas, que possibilitam e estimulam a transparência ao longo do ciclo de vida do desenvolvimento de software. 

Outra função importante do Jira, e que auxilia muito no trabalho dos profissionais, é a possibilidade de integração de ferramentas de sinalização de recursos, pois através dela permite que as equipes façam uma implementação gradual e segura de novos recursos.

Mais um recurso do Jira para equipes de desenvolvimento de softwares, é o template DevOps, que foi projetado para que equipes de alto desempenho, economizem tempo e limitem erros, através do gerenciamento do trabalho de diversas ferramentas em um único lugar. 

Confira abaixo os principais recursos e vantagens que Jira oferece às equipes de desenvolvimento de software:

  1. Planejamento da versão
  2. Gerenciamento de itens
  3. Planejamento do Sprint
  4. Backlog do projeto: um backlog é onde os itens pendentes ficam armazenados, permitindo a criação de lista e maior visibilidade para equipe sobre o trabalho que ainda precisa ser realizado.

  5. Integração e implantação contínuas: através do poder do Jira e das suas funções de integração e implementação continuas, os desenvolvedores podem manter seu próprio pipeline, permitindo que os mesmos estejam no controle de como o código será enviado aos clientes.

  6. Sinalizador de recurso: essa funcionalidade ajuda as equipes a enviar um software melhor e de forma mais rápida. Usando o desenvolvimento baseado em tronco, que permite que os desenvolvedores criem um trunk commit ou commit de tronco(?) e faça a introdução de um sinalizador de recurso, e assim possam construir especificações de recurso dentro do sinalizador. Além de permitir a automatização de muitas das etapas e de disponibilizar testes bastante abrangentes durante todo o ciclo de vida do projeto.

  7.  Integração de ferramentas: a Atlassian dispõe de parcerias com as maiores empresas de tecnologia do mundo, como: Slack, Microsoft, Google, Zoom e muitas outras. Tudo para que a sua equipe desperdice tempo no gerenciamento do trabalho e possa investir na criação de ótimos softwares. O Jira possui mais de 3.000 integrações, aplicativos, complementos e plugins que podem ser personalizados a qualquer momento e para qualquer necessidade e aplicação.
  1. Integração do Jira Service Management: Ao possibilitar a integração ao Jira Service Management, surgem inúmeras possibilidades e recursos para as equipes e para seus clientes.

    1.  Portal do cliente: permite que qualquer pessoa possa solicitar ajuda, sem precisar saber o que é uma história ou um epic, não sendo necessário possuir nenhuma licença Jira para buscar, rastrear e comentar sobre os pedidos.

    2.  Self-service: alimentando e ativando o Confluence, como uma base de dados, os seus clientes poderão buscar respostas em uma área específica que pode conter as perguntas mais frequentes e artigos de instruções, possibilitando assim, que os clientes tenham maior autonomia.

    3. Suporte multicanal: suporte para seus clientes, independente de onde estejam, através de multicanais como: e-mail, widget ou chat. 

    4. Automatização de tarefas repetitivas: A ferramenta possui dispositivos de automação(?) prontos para usar e dá liberdade para que as equipes criem seus próprios dispositivos(?). Ajudando, assim, os profissionais a se concentrarem em tarefas realmente importantes.

    5. Cumprimento dos SLAs: nesse tópico temos um alerta: Nunca mais viole outro SLA(?). O Jira irá te ajudar a priorizar as tarefas e enviará alertas para que não ocorram novas violações(?).

    6. Processos ITIL prontos para uso: O Jira Service Management possui certificação pela PinkVERIFY ™ para gerenciamento de incidentes, problemas, mudanças e solicitações de serviço.

    7. Métricas de suporte: essa funcionalidade, permite o rastreamento das métricas que são importantes para sua equipe, assim como tempo médio de resolução (MTTR), a produtividade da equipe, CSAT e muito mais.

    8. Gestão de incidentes: com essa função sua equipe poderá resolver, responder e aprender com cada incidente, através dos principais recursos de gerenciamento de incidentes, fornecidos pela Opsgenie.
       
    9. Avaliação de tendências de CSAT: pensando no melhoramento continuo do desempenho das equipes, o Jira possibilita a captação de feedbacks e a avaliação das tendências de CSAT ao longo de todo tempo.


Jira Software para Equipes de DevOps

O DevOps consiste em um conjunto de práticas que automatizam e integram processos entre equipes que atuam no desenvolvimento de softwares e na área de TI. Com essa ferramenta, as equipes podem criar, testar e lançar softwares de forma mais rápida e segura. Para as equipes que utilizam DevOps, o Jira Software funciona como a base de uma cadeia de ferramentas abertas e integradas, que também é conhecida como Open DevOps. O Jira Software é integrado a ferramentas de controle de códigos e versões como Bitbucket, GitHub e Gitlab, a ferramentas de gerenciamento de documentação e de conhecimento como o Confluence, e também as de monitoramento e operação como o Opsgenie. Abaixo iremos listar os 5 principais pontos em que o Jira pode contribuir com o trabalho das equipes que utilizam as práticas de DevOps.

Automação

Quando falamos sobre DevOps, a automação se apresenta como parte fundamental para o sucesso de um projeto. Com ele, os processos são otimizados, e os profissionais não precisam ficar verificando manualmente os códigos, e podem executar testes em todo processo de desenvolvimento e implementação ainda durante a produção. Assim os profissionais de DevOps podem otimizar todo o processo, automatizando cada etapa do projeto.

Além de facilitar o trabalho dos profissionais e de diminuir o tempo investido em tarefas, a automação auxilia as equipes a melhorar as principais métricas de DevOps.  Pois, as equipes deixam de identificar as dificuldades de forma reativa, e passam a realizar o monitoramento de forma proativa e com alta capacidade de observação, o que irá interferir diretamente na redução do tempo médio de recuperação (MTTR).

Testes

Os testes de softwares são um processo organizacional que fazem parte do desenvolvimento de softwares e é a partir deles que são verificados itens como: exatidão, qualidade e desempenho do produto. Como a cobertura desses testes é bastante abrangente, é possível identificar os pontos que necessitam de melhorias, e os que podem resultar em problemas, reduzindo assim o número de incidentes ao longo da vida do produto. 

Os testes podem ser realizados de forma manual ou automática e incluem os seguintes tipos: testes de unidade (unit tests), testes de integração (integration tests), testes funcionais (functional tests), testes ponta a ponta (end-to-end tests), testes de aceitação (acceptance tests), testes de desempenho (performance tests) e testes de fumaça (smoke tests).

Segurança

Conforme os processos de desenvolvimento dos aplicativos de software crescem, aumentam também a complexidade da base de seus códigos, e com isso, as áreas de superfície para vulnerabilidades e para explorações de segurança também são ampliadas. Á medida que mais empresas adotam uma abordagem DevOps, que automatiza e integra os processos entre o desenvolvimento do software e as equipes de tecnologia de informação, os processos de segurança, como os de “bolt-on” não respondem mais de forma exitosa. Em vez disso, geram as equipes mais trabalho, pois é necessário realizar a incorporação de medidas de segurança em cada estágio do fluxo de trabalho necessário ao desenvolvimento do software.

O termo “DevSecOps” se refere à integração do quesito segurança durante todo o ciclo de vida do DevOps e permite que a segurança seja incorporada a todo o processo de desenvolvimento do produto, e não só apenas, a um produto concluído. Para que isso ocorra, as empresas precisam garantir que toda a equipe de DevOps, incluindo os desenvolvedores e as equipes de operações, compartilhem a responsabilidade de seguir e instituir as melhores práticas de segurança. Outro ponto que também é muito importante e que reduz os riscos do projeto, quando falamos de segurança, é a inserção de  verificações de segurança automatizadas em cada estágio da entrega do software, integrando assim, controles, ferramentas e processos de segurança ao fluxo de trabalho de DevOps.

Observação abrangente 

Um dos recursos-chave para equipes de DevOps de alto desempenho é a possibilidade de realizar a observação do projeto de forma abrangente. O DevOps proporciona às equipes de desenvolvimento e operações, a capacidade de observação para além do simples monitoramento ou identificação de problemas.

O DevOps apresenta a possibilidade de observar de forma abrangente e compreender funções internas de um sistema complexo, com base na observação também dos comportamentos externos.

Quando falamos de organização, o processo de observação abrangente permite que se desenvolvam linhas naturais de comunicação e colaboração entre os clientes e as equipes que trabalham na criação de novas soluções.

Entregas e implementações contínuas

Integração, entrega e implantação contínuas (CI / CD) são fundamentais para práticas de DevOps bem-sucedidas. As CI / CD quando presentes na construção de um projeto, permitem que os processos de lançamento dos softwares sejam automatizados e simplificados. As equipes que adotam a prática da CI / CD, obtêm feedbacks contínuos, o que permite que os softwares sejam entregues ao usuário final de forma mais rápida, e também gera aprendizado para as equipes, a partir das experiências dos usuários e da incorporação desses insights em versões futuras, ou em novos projetos.

Porém, para que isso aconteça, as equipes necessitam de processos confiáveis, controle de versão e de automação.  Através de ferramentas e práticas seguras, é totalmente possível as equipes realizem o aprimoramento continuo e entreguem softwares de maior qualidade e com mais rapidez.


Jira para Equipes de Gerenciamento de Produtos

O Jira Software também vem sendo amplamente utilizado por equipes que atuam no gerenciamento de produtos.  A ferramenta permite que essas equipes criem seus próprios roteiros, conforme a necessidade de cada projeto. Através dos roteiros, as equipes podem esboçar uma visão geral do trabalho, bem como acompanhar e compartilhar o progresso do roteiro que elaboraram. Também é possível adicionar mais informações aos roteiros, incluindo as dependências e previsões de quando trabalho será concluído. Abaixo iremos listar as principais funções do Jira para equipes que atuam no gerenciamento de produto: 

  • Templates de projeto
  • Roteiros de projeto
  • Acompanhamento de progressos 
  • Relatórios e Métricas
  • Roteiros avançados
  • Mapeamento de dependências
  • Previsões
  • Integrações

Jira para Gerenciamento de Tarefas

Talvez esse seja a função mais utilizada por usuários que não pertencem necessariamente ao mundo da tecnologia. Com o Jira é possível criar tarefas com informações, datas de entrega e lembretes para que todos os membros da equipe trabalharem de forma transparente e colaborativa. O Jira permite também, que tarefas secundárias sejam incluídas para que seja realizada a divisão do trabalho em elemento maiores ou menores, a depender das necessidades da equipe e do projeto. Ele também possibilita que outras pessoas, como clientes ou chefias, vejam a tarefa de forma abrangente e também permite realizar o rastreamento do progresso do projeto, além de emitir uma notificação quando a tarefa ou o processo for concluído. Abaixo estão listadas as principais funções do Jira para equipes que trabalham com gerenciamento de tarefas:

  • Notificações por e-mail
  • Hierarquia de itens
  • Criação e acompanhamento de sub tarefas
  • Registros de alterações e históricos das tarefas
  • Campos personalizáveis
  • Vinculação/relações entre tarefas
  • Vinculação de projetos

Considerações Finais

Nesse texto trouxemos de forma sucinta as principais funções e aplicabilidades do Jira Software, por se tratar de uma ferramenta muito completa, ele possui diversas outras possibilidades de uso e que podem se adequar as necessidades da maior parte dos projetos, numa variedade gigantesca de áreas de atuação.

Recomendamos que após a verificação dos desafios que se impõe aos seus projetos, seja realizada a busca pelas funcionalidades que o Jira dispõe, pois, acreditamos se tratar de um excelente software, e que ele poderá contribuir imensamente para o sucesso dos projetos desenvolvidos por sua empresa ou equipe.

0 CommentsClose Comments

Leave a comment

Assine nossa Newsletter

Receba nossos conteúdos sobre Tecnologia para sua empresa.

Nós prometemos não fazer SPAM :)